Olá, pessoas! Como vão vocês?

Como a Adri falou aqui, meu notebook quebrou e até agora não consegui nem saber qual é o problema...
Mas enquanto isso, estou adiantando alguns assuntos para posts futuros e também a leitura para o nosso Projeto Literário. E é sobre ele que eu venho falar hoje! Finalmente terminei de ler o meu primeiro livro do Desafio (o item 35 - Um livro com números na capa), O Código dos Justos.

Dois assassinatos em extremos opostos dos Estados Unidos: um nas ruas do submundo de Nova York, o outro nas matas de Montana. Uma série de assassinatos em cada canto do globo, das superpovoadas favelas da Índia às prístinas praias da Cidade do Cabo. Não pode haver uma ligação entre eles. Pelo menos é o que acredita Will Monroe, um jovem repórter do New York Times, até a manhã em que sua mulher é seqüestrada. Os que a mantêm em cativeiro parecem dispostos a matá-la sem hesitação. Desesperado, Will segue uma trilha que o leva a uma misteriosa seita — fervorosos seguidores de uma das mais antigas crenças da Humanidade. Terá de desvendar múltiplas camadas de misticismo e antigas profecias, desenterrar os enigmas do fundo do Antigo Testamento. Até descobrir o segredo que dizem ter dado vida ao mundo por centenas de anos, um segredo do qual talvez dependa o destino da Humanidade.

Código dos Justos começa com um ótimo ritmo, nos prendendo desde a primeira página quando apresenta o protagonista Will. E não demora para que ele investigue o seu primeiro caso de homicídio para poder escrever a tão sonhada matéria de primeira capa. Esse crime nos chama atenção por ter características anormais e é justamente por isso que Will faz de tudo para descobrir o que tem de tão incomum.
Mas apesar de bom início, a leitura começa a ficar cansativa, a história parece não ter progresso junto com a investigação do jovem Monroe e a ação que nos é prometida no começo não aparece. Confesso que fiquei um pouco frustrada, principalmente porque foi muito comparado ao "Código Da Vinci", livro que me fez ficar sem respirar em muitas partes de tão alucinante que é.


PORÉM depois de algumas boas páginas sem muita emoção, finalmente chega o que esperei o livro todo e que adoro: muito mistério, suspense e ação! E a partir daí me senti com vontade de devorar o livro (não literalmente, viu?) e acabar em 5 minutos para descobrir tudo! A leitura ficou prazerosa e sem perceber já estava acabando. E sabem aquelas partes chatinhas? Pois bem, eram muito importantes para o desfecho de grande segredo do livro. Por isso, quando for ler é bom ficar atento a todos os detalhes.
Enfim "O Código dos Justos" é um ótimo livro para quem gosta de muito mistério, investigação e finais com grande reviravolta. Além de ser uma fonte de informação sobre a religião judaica, da qual eu não sabia quase nada, assim como o mundo "oculto" dos hackers.
E vocês em nenhum momento ficaram curiosos sobre o porquê de ter um enorme número 36 na capa? O segredo está no livro, LEIA! 

Classificação:




10 Comentários

  1. Olha eu confesso que fiquei beem curiosa, eu adoro um bom livro de mistérios e que ainda por cima nos ensina algo sobre história, como o Código Da Vinci que você citou, aquele livro me dava arrepios de tão empolgante.. É intrigante, quem sabe eu não me rendo e leia.
    Beijos e boa sorte com o note ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Bárbara! Como eu falei, esse não é tão viciante como o Código da Vinci é no livro todo, mas mesmo assim a satisfação de ter lido, aprendido e se surpreendido é ótima!

      Excluir
  2. OI Lara;
    Amo qualquer tipo de leitura que me surpreende com reviravoltas, da ainda mais emoção a leitura.
    Não conhecia este livro, mas parece ótimo só pela premissa. Agora você acredita que achei que o número 36 era apenas enfeite ?! kkkk

    Beijos da Camila.
    http://cabinedeleitura1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camila! O que envolve o número está até em algumas sinopses, mas o legal mesmo é você descobrir ao longo do livro o segredo e o porquê de ser esse 36! Pode ler! Beijos!

      Excluir
  3. Heeey!
    Esse livro realmente parece ser fascinante, bem do jeito que eu gosto, cheio de mistério haha
    Seu blog é maravilhoso, já estou seguindo =)
    Abraços!
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!
      Então ele é perfeito pra você!

      Abraço!

      Excluir
  4. Oi, Lara, tudo bom?

    Eu gosto bastante de livros que têm muito mistério e investigação, então curti muito a sinopse dele. Apesar dessas partes mais arrastadas, acredito que eu poderia vir a dar uma chance ao livro que, por sinal, eu nem conhecia! Fiquei curiosa!

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tamires, tudo bem e você?
      Mesmo nas partes mais paradas tem detalhes interessantes, acho que você pode gostar muito!

      Beijo!

      Excluir
  5. Olá, Lara.
    Eu ainda não conhecia esse livro, mas já me interessei por ele. Acho que vai ser daquelas leituras que eu vou ter que olhar o final para acabar a angustia hehe. Já anotei aqui.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil,
      O Código dos Justos é mesmo o tipo de livro que faz a gente querer pular logo para o final, rsrs.
      Você vai gostar.

      Excluir

Ao final do comentário deixe o seu link, se tiver, teremos o maior prazer em retribuir a visita e o carinho ❤
Se você nao tem uma conta no Google, pode comentar usando "Nome/URL".
P.S. Comentários genéricos não serão retribuídos.