Tudo bem com vocês? Hoje a resenha é sobre o 13 Horas - Os Soldados Secretos de Benghazi, livro que embora seja escrito como uma narrativa é uma obra de não ficção. A obra foi cedida em parceria com o Grupo Editorial Record.

O best-seller que deu origem ao filme dirigido por Michael Bay. 13 Horas apresenta, pela primeira vez, a história real dos acontecimentos de 11 de setembro de 2012, quando terroristas atacaram o Complexo da Missão Especial do Departamento de Estado dos EUA e o Anexo, base da CIA, em Benghazi, na Líbia. Uma equipe de seis soldados lutou bravamente para repelir os agressores e proteger os americanos que lá trabalhavam, indo além de suas obrigações e realizando atos extraordinários de coragem e heroísmo para impedir uma tragédia ainda maior. Este é seu relato pessoal do que aconteceu durante as treze horas do infame atentado. Pondo em pratos limpos o ocorrido em uma noite encoberta por mistério e controvérsia, este livro instigante leva os leitores para dentro da história desses heróis que arriscaram sua vida uns pelos outros, por seus compatriotas e por seu país. Escrito por Mitchell Zuckoff, autor best-seller do New York Times, 13 Horas é uma obra atordoante que fará o leitor arregalar os olhos – e, o mais importante, é a verdade. A história sobre o que enfrentaram aqueles homens – e a grandeza do que realizaram – é inesquecível.


Na Nota ao Leitor, o autor Mitchell Zuckoff deixa claro que a intenção de 13 Horas é relatar a agonia, o receio, determinação e a saudade da família dos soldados americanos, os tratando como seres humanos acima de tudo.

"...Eles também entendem que suas explicações e revelações serão usadas como provas para fundamentar alegações e acusações das quais escolheram não participar. Isso não quer dizer que eles não se preocupem com essas questões. É que esse simplesmente não é o propósito desses homens."


Tendo isso em mente, tentei com a mente mais aberta possível, e posso dizer que nem foi difícil. Como foi dito o livro é em forma de narrativa, e em forma linear, não deixando de apresentar dados e histórias para nos familiarizarmos um pouco com Benghazi, onde o ataque aconteceu, e o porquê de todo o conflito. A ambientação também é muito bem descrita, e fez até com que eu me imaginasse em um lugar cheio de areia, com a visibilidade comprometida e sem ar!

Podemos dividir 13 Horas em três partes; sendo a primeira a que nos informa sobre o histórico do conflito na Líbia, um pouco da vida de cada um dos soldados e dos outros americanos, a instalação e rotina deles, e mais alguns detalhes do Complexo da Missão Especial do Departamento dos Estados dos EUA e da Base da Cia. Para isso, em algumas páginas nós podemos visualizar algumas plantas do local.
A segunda parte se inicia na fatídica noite de 11 de Setembro, quando ocorre a invasão e ataque dos terroristas ao Anexo. Fisicamente podemos notá-la pelas oito folhas de textura diferente das demais, que contêm fotos do lugar - antes e depois dos ataques -, fotos dos soldados e outros americanos, imagens dos terroristas que foram captadas pelas câmeras de segurança.
Por fim, a terceira e última parte é sobre o contra-ataque norte-americano e como eles conseguiram escapar do inferno que se tornou aquele Complexo nas mais longas 13 horas de suas vidas.

Para quem gosta de história, especialmente na parte de guerras pelo mundo, esse é um livro é um prato cheio. Detalhes e dados precisos, imagens que enriquecem a leitura e clareza na narração de cada parte fazem de 13 Horas um livro obrigatório. Para mim foi uma grande fonte de aprendizado sobre uma história que mal conhecia, e fico aqui ansiosa para assistir o filme baseado nele!

Classificação:

Já conheciam a obra? O que acharam da proposta? Comentem aqui, vamos conversar sobre 13 Horas!

Acompanhe o Grupo Editorial Record nas redes: 



3 Comentários

  1. Tô maluca pra ler esse livro. Desde que lançou tô de olho nele. Sua resenha ficou excelente. Mal posso esperar para conseguir um exemplar.

    >> Vida Complicada <<

    ResponderExcluir
  2. Oi Lara,
    Estou curiosa para assistir o filme e também ler o livro.
    Gostei da forma como você ressaltou a escrita do autor e espero ler em breve.

    tenha uma ótima semana.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  3. Oi Lara!
    Não costumo ler sobre guerras, mas acho bem interessante. Esse livro, inclusive, me deixou bem curiosa.

    Beijos,
    Epílogos e Finais

    ResponderExcluir

Ao final do comentário deixe o seu link, se tiver, teremos o maior prazer em retribuir a visita e o carinho ❤
Se você nao tem uma conta no Google, pode comentar usando "Nome/URL".
P.S. Comentários genéricos não serão retribuídos.