Oi, gente. Tudo certo com vocês?

Hoje, como normalmente acontece nas segundas de início de mês, eu vim trazer uma resenha curtinha de conto, pois as leituras do mês ainda estão começando. Dessa vez trago um conto que li sem qualquer tipo de indicação ou informação, estava navegando lá pela Amazon e encontrei esse conto: Marry Me, My Dear, da Jeu Guanabara.

Pelo que andei pesquisando por aí, a Jéssica é daqui da Bahia (êêê, olha as chances de encontrar a autora...) e o conto faz parte da Trilogia A Dama e o Vagabundo - sim, gente, eu li o conto sem saber da existência da trilogia então vamos ver no que deu, AHAHAHAHA -.

O relacionamento de Beth e Andrew não poderia estar melhor agora que não era mais um segredo para sua família e seus súditos. Há três anos eles não precisavam mais se esconder e Andrew estava cada vez mais inserido no mundo da realeza de San Marino. O próximo passo era mais que esperado por todos, mas será que o lado rebelde de Andrew entenderá as consequências dessa decisão importante? Afinal, um casamento real tem o poder de mudar a história de uma nação.







O conto mostra, sob a perspectiva de Andrew - um aspirante à pintor -, seu relacionamento com Beth - rainha de San Marino - e suas dúvidas com relação ao próximo passo a ser dado na relação dos dois: o casamento. Para qualquer outro casal aquele seria um pedido esperado e até mesmo natural mas Andrew sabia que casar com uma rainha exigia muito mais responsabilidades do que um casamento comum.

Andrew é jovem e antes de conhecer Beth era bastante "livre" de modo que afirma que não teria acreditado se alguém lhe falasse que se apaixonaria assim um dia. Beth era uma princesa quando conheceu Andrew mas agora é a líder de uma nação e tem inúmeras responsabilidades a cumprir como tal, por isso o namorado se vê diante da dúvida sobre pedi-la ou não em casamento naquele momento.

"[...] Cada um sabe o que te assusta e como superar esse medo para realizar o que, até então, parecia impossível. O que pode ser uma bobagem para você. Para alguns caras pedir a namorada de vários anos em casamento seria um passo natural e esperado, uma pergunta simples. Para mim era a tal situação assustadora que requeria muita coragem."


De forma muito leve e atual a autora vai conduzindo a história nos mostrando, através do Andrew narrador, os anseios do jovem e o nível de relacionamento que mantem com a Beth. Os fatos narrados são sempre necessários à história e a autora dosou bem o que dizer a respeito de cada personagem, conduzindo fluidamente o conto. Algumas coisas que me despertaram a curiosidade sinto que seriam melhor explicadas se eu lesse a Trilogia, como a questão do pai de Beth, por exemplo (no spoilers, ahahahah). Encontrei poucos erros de revisão que não atrapalharam a leitura (o que me incomodou mesmo foi a formatação não-justificada do texto, mas isso também não é nada que impeça a leitura) e gostei bastante da história como um todo, bem leve, tranquila e fofa, por isso super recomendo!

Classificação:

Onde comprar: Amazon
Adicione à sua estante: Skoob

Já conheciam o conto? Comentem aqui o que acharam!


2 Comentários

  1. Olá, Adri. Eu não curto muito contos porque não gosto de livros curto - acho tudo bem raso em relação a personalidade e sentimentos dos personagens, mas gostaria de ler porque a premissa é diferente e parece ser muito legal.
    Beijo, http://leitoraencantada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Adriana,
    Não conhecia o livro e me surpreendi ao saber que é nacional, rs.
    Com esse título achei que não tinha tradução ainda!
    Vou dar uma olhada na Amazon, gostei da premissa.
    Beijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Ao final do comentário deixe o seu link, se tiver, teremos o maior prazer em retribuir a visita e o carinho ❤
Se você nao tem uma conta no Google, pode comentar usando "Nome/URL".
P.S. Comentários genéricos não serão retribuídos.