Oi, gente! Como estão vocês?

Hoje estou aqui para trazer para vocês as minhas impressões sobre o livro O Quarto Reich, do autor M. A. Costa.

O maior segredo nazista é revelado. James Williams, da Time Magazine, chega à meia-idade correndo risco no emprego quando um jornalista mais novo ganha o prêmio Pulitzer. Em busca do sucesso de outrora decide fazer a reportagem da sua vida: um perfil dos oficiais nazistas que não foram condenados à morte no julgamento de Nuremberg e descobre que, em 1987, só um restava vivo: Rudolf Hess.
Na jornada de conhecimento do mundo de Hess descobre segredos guardados por décadas: sociedades secretas, tecnologias nazistas desconhecidas, tesouros enterrados e o maior e mais bem guardado mistério de todos. Mas a verdade vem a um preço e Williams não estava preparado para pagá-lo.
O Quarto Reich é uma ficção histórica. É resultado de muita pesquisa, documentada, e da imaginação criativa deste autor.

Devo começar dizendo que sou uma apaixonada por história e entre meus assuntos favoritos sempre figurou o da Segunda Guerra Mundial. Unindo isso ao meu fascínio por livros investigativos e cheios de teorias de conspiração, deixo claro que O Quarto Reich foi um presente para mim.

O enredo conta a história de James Williams, experiente escritor de um grande jornal da cidade de Nova York que, apesar de já ter grandes feitos na carreira, sente a necessidade de algo maior para preencher a sua vida profissional. Em busca de algo próximo ao Prêmio Pulitzer, James decide investigar a vida dos combatentes nazistas que foram condenados mas que ainda estão vivos. Sentindo-se pressionado na redação do jornal e em sua casa pela esposa depressiva Carla, ele embarca com destino a Alemanha, com o desejo de cumprir seu objetivo de voltar a fazer um grande feito na profissão. Só que o problema é que, o que era para ser uma grande entrevista com um veterano da Segunda Guerra, se torna em uma descoberta de um enorme e inacreditável segredo que pode custar a vida do jornalista e de todos a sua volta.

A história é contada em primeira pessoa por James, e que por isso não entrega nenhuma surpresa antes do próprio descobrir, o que ajuda a manter o mistério até o último segundo, junto com ele. Com muita teoria de conspiração, incluindo a sobrevida do nazismo e viagens no tempo, investigação e ação (que me lembrou o ótimo O Código da Vinci), o ritmo de O Quarto Reich é alucinante e por vezes pode te deixar sem fôlego. Aqui não tem enrolação ou descrições exageradas de lugares ou personagens; tudo é feito com clareza e objetividade para não atrapalhar o ritmo da leitura. Infelizmente por causa da falta de tempo por conta dos meus afazeres, tive que ler de pouco em pouco, o que foi uma grande tortura (olha uma referência aqui) para mim. Tenho certeza que se tivesse um dia livre, só ia parar de ler quando realmente chegasse o fim da história.

Os personagens são muitos, mas cada um é bem descrito e apresentam grande relevância para a trama. O que mais me impressionou foi a riqueza de detalhes que o autor passou quando escreveu sobre acontecimentos, personagens e ambientações reais. Ao decorrer da minha leitura fui pesquisando sobre algumas pessoas e fatos ocorridos, e foi o que mais me ajudou a entrar no clima de conspiração que o livro nos entrega.

Quanto à diagramação, não posso dizer muito porque li a obra por meio do Kindle, portanto fiquei à mercê do dispositivo que estava usando. Mas a leitura não foi comprometida e ainda que por meio digital, pude acompanhar o anexo que contém imagens de algumas coisas mencionadas no livro, que agregaram muito à experiência da história.

Por fim, deixo aqui as minha congratulações ao autor pela pesquisa tão aprofundada de um assunto tão complexo e ainda sombrio como o nazismo, e pela forma de como soube envolver o leitor da primeira à última página da história. Não tenho receio de dizer que O Quarto Reich conseguiu me fascinar mais ainda no assunto e que é o meu livro preferido de 2016
Agora vou em busca da forma física para tê-lo em minha estante!

Classificação:


Conheça a obra: Fanpage | Site
Onde comprar: Amazon
Adicione à sua estante: Skoob

Já conhecia a obra? O que achou da resenha?
Comenta aqui, vamos conversar sobre O Quarto Reich!


2 Comentários

  1. Oi, Lara!
    Mulher, se eu já queria ler esse livro por ele meio que se ambientar na Segunda Guerra, depois que você comparou com O Código Da Vinci, se tornou leitura obrigatória.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção 5 Anos de Além da Contracapa
    Participe do sorteio Halloween Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certeza que você não vai se arrepender, Luiza!
      Beijos!

      Excluir

Ao final do comentário deixe o seu link, se tiver, teremos o maior prazer em retribuir a visita e o carinho ❤
Se você nao tem uma conta no Google, pode comentar usando "Nome/URL".
P.S. Comentários genéricos não serão retribuídos.