Olá, leitores sem eira. Tudo certo com vocês?

Hoje eu vim aqui pra falar sobre um conto maravilhoso que acabei de ler. Fui informada pela Renata, na semana passada, que ela havia lançado o Por que aceitei aquele pedido? na Amazon e, imediatamente, tive vontade de lê-lo - obrigada, Rê, por ter cedido o ebook para a resenha -, então, a resenha de hoje é sobre esse divertidíssimo conto da Renata Varela.
Vem ver!

Lilly não quer se casar. Idealiza uma vida de viagens, liberdade e sem compromissos. Mas não precisa estar sozinha; Não. Don, seu namorado desde os tempos da faculdade, está em seus planos para o futuro, mas como um namorado tranquilo, conhecendo o mundo juntos e morando em apartamentos separados. Só que Don quer outra coisa.
Na noite de ano novo, com mais de cinqüenta pessoas de testemunha, Don se ajoelha e... pede Lilly em casamento. Em pânico, sem saber como rejeitar um pedido tão genuíno, ela acaba dizendo "sim", mas se arrepende profundamente quando percebe que a vida de casada não é para ela, e começa a se fazer a pergunta: Por Que Aceitei Aquele Pedido?


O conto Por que aceitei aquele pedido? traz a história de Lillian - ou Lilly, para os íntimos como eu, ahahah -, uma instrutora de natação que acabou de ficar noiva do, até então namorado, Don. A diferença começa, como o título já dá pistas, pelo fato de apesar de ter aceitado o pedido de casamento de Don, na festa de ano novo, Lilly não ter certeza sobre sua decisão ou, mais do que isso, com o fato de ter certeza sobre não querer casar.

Lilly é formada em Educação Física e divide apartamento com sua ex-colega de ex-curso - só lendo pra entender, ahahah - Rachel (devo confessar que não pude deixar de compará-la à Alice de Paris no Dia dos Namorados (resenha aqui), ambas são igualmente engraçadas e companheiras e dividem a característica fofa de serem amigas incríveis) que não compartilha do mesmo pensamento sobre casamento e fica extremamente animada com a ideia de ver a amiga se casar; apesar da personalidade um pouco mais romântica, namora a algum tempo com George e o mesmo não faz nem menção de fazer o pedido (aos poucos se mostra um cafajeste, também). Além do apoio da amiga da Lilly, Don conta também com a simpatia da família dela, principalmente da sogra, que se mostra super a favor da união e isso nos faz entender um pouco mais dos motivos que ele tinha para pedí-la em casamento mesmo que ela nunca tenha tocado no assunto.

Uma observação importante a se fazer é que a Lilly tinha tudo pra se tornar uma personagem dessas de quem mantemos  uma certa "distância" (por não nos identificarmos com elas), por eu ter casado aos dezoito anos e defender bravamente a ideia de que casamento não é prisão - mas isso é assunto pra outro post, ou melhor outro blog, ahahhahah - mas ela é tão real e verdadeira em seus motivos que é impossível não se identificar e não amá-la! -Lilly, quero ser sua amiga, vamos assistir Netflix juntas! (Sim, ela assiste séries, dá uma piradinha de vez em quando e é super divertida ).

Com relação aos aspectos mais técnicos (ahahahah), a história é narrada em primeira pessoa, no tempo presente - com alguns trechos onde a Lilly retoma acontecimentos e faz observações - e é contada de uma maneira bastante descontraída e engraçada. Os capítulos são curtos e o início de um sempre está relacionado com o fim do capítulo anterior de modo que mesmo com as mudanças de ambiente da narradora mantemo-nos em um fluxo de leitura constante . Tudo nos é contado de uma maneira tão cômica que faz lembrar o tom de alguns filmes de comédia romântica narrados de forma que é uma ótima recomendação, tanto para ler num domingo de preguiça quanto para ler numa viagem de ônibus descontraindo e esquecendo o estresse do dia. 
Aaah, e no final das contas você tem a resposta para a pergunta do título. Eu só não vou contar agora porque eu quero que você leia...
E então, aceita esse pedido?

Classificação:


Acompanhe as novidades sobre a autora nas redes:
Fanpage | Instagram | Blog da Autora


Link para compra: aqui




18 Comentários

  1. Helloo, Adriana! Tudo numa nice?
    Eu conheço os trabalhos da autora de ver em blogs somente, nunca li nada. Mas eu tenho vontade, achei linda a capa de Paris no Dias dos Namorados, apesar de não ser um gênero que eu curto e porque leio mais aventura e fantasia. Mas acho que seria legal ler numa tardinha para relaxar e sair da ressaca.
    Eu tinha visto que ela disse que publicaria mais livros e tal, mas não imaginei que fosse tão rápido ahaha.
    Ah, sério. Numa parte da resenha você mencionou a Alice e eu li Alice no Pais das..., mas depois li de novo e vi que era a menção ao outro livro da Varela kkkk. Vish, tenho que voltar a usar óculos.
    Como eu disse, não é meu estilo, mas eu leria a obra numa boa até porque gosto demais de leituras no tempo presente! *-*
    Ótima resenha como sempre.
    Beijin...
    Pieces of Alana Gabriela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alana. Tudo certo, e com você?
      Até hoje li essas duas obras da autora e entre o livro e esse conto gostei mais do conto. Achei a escrita dele mais madura e a forma de narrar muito mais divertida.
      Com certeza é um boa pedida pra curar ressaca literária, ele é bem divertido.
      Ahahahahah, mas é a leitura viciada que faz a gente ver as primeiras letras e já faz a gente imaginar o resto pra poupar trabalho, ushaushauhs.
      Fico feliz que tenha gostado, obrigada.

      Um beijo!

      Excluir
  2. Olá Adriana, tudo bem flor?

    Menina perdi a conta de quantas vezes me deparei com a capa desse livros no instagram esses dias, na blogosfera também claro! Confesso que não conhecia a autora mas fiquei super curiosa para saber um pouco mais sobre ela e todo seu trabalho! A capa me lembra bastante aquela serie Atraído acredito que ultimo volume, não sei por que! Gostei bastante e bem chamativa assim como a premissa! Adoro essa conexão entre as amigas e a mistura de humor deixa tudo muito mais leve mais fluído, e quero saber mais como tudo entre esse casal vai termina! Adorei a resenha e saber mais sobre a autora.
    Super Beijo

    PS: você realmente não mentiu quando disse que completamente louca por series HAHAHAHAHA Adorei!!
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ingrid :)

      Fico feliz que a Rê esteja sendo tão bem divulgada pq esse conto sem dúvidas merece a "fama" :)
      Agora que comentou sobre a série que vi, parece mesmo! Talvez seja pela fonte usada, capas lindas <3
      Parece uma marca da Rê isso de construir uma relação bem sólida entre as amigas e é um sentimento tão lindo... :)
      Se puder leia sim, tenho certeza de que não irá se arrepender.

      Ahahahahah, e comecei tem até pouco tempo, viu? Série é tudo de bom <3

      Um beijo!

      Excluir
  3. Oie Adriana =)

    Não conhecia o livro e nem a autora, porém achei interessante da proposta da história. É bem diferente dos romances mais tradicionais que leio.
    Gostei da dia ;)

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ane. Tudo bem?
      Realmente, o conto dá uma sensação de começar do final pra o começo, sei lá, nem sei como explicar, ahahhaha.
      Se tiver a oportunidade leia o conto, tenho certeza de que vai gostar :)

      Um beijo!

      Excluir
  4. Fiquei curiosa por essa história.
    E gostei de saber que casou novinha, eu casei com 19 anos e nunca vi o meu casamento como prisão, muito pelo contrário.
    Pelo que falou eu também me identificaria com a Lilly.
    Beijo amei sua resenha

    www.tecontopoesia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camila!! Você por aqui?
      Me lembro de você de lá do Diário da época do BEDA <3
      Fico feliz que tenha gostado e mais feliz ainda com a sua visita :))

      Um beijo!

      Excluir
  5. Hi Adriana,

    Acho que vou aceitar esse pedido kkkk ... Me identifiquei com a personagem, pois não penso em me casar. Fiquei curiosa para conhecer o motivo do por que ela aceitou o pedido. E acho que irei gostar da Lilly (já me sinto intima kkkk), pois, pelo que você falou, ela é uma daquelas personagens cativantes e divertidas. Amei a resenha!

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Daiane. Tudo bem?
      Realmente ela é uma personagem super divertida da qual dá vontade de ser amiga, sabe?
      Tenho certeza de que se resolver ler irá amar!

      Um beijo!

      Excluir
  6. Olá, Adriana!
    Só esse título já me deixou curiosa! Adorei a premissa do conto e realmente me empolguei para conhecer a Rachel, personagens como ela enfeitam a história demais <3 E a Lilly já me conquistou, quero como amiga agoraaaaaa, haha.

    - Entretanto -

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jul :)
      Elas são lindas <3 Imagino que se a autora escrevesse um conto com a visão de Rachel também seria bem legal pq ela é uma fofa!
      A Lilly é mega engraçada e a forma como o conto foi escrito nos ajuda a gostar ainda mais <3

      Excluir
    2. Hey, voltei aqui só pra dizer que indiquei o blog em uma tag literária, se der pra responder... :D | http://www.blogentretanto.com/2016/01/tag-literaria-diferentona.html

      Excluir
    3. Oi, Jul.
      Vi essa TAG em algum outro blog e achei super legal :D
      Obrigada pela indicação!

      Um beijo!

      Excluir
  7. Oi! Estou com ele no Kindle e foi exatamente pelo título que fiquei com vontade de ler, se é no estilo comédia romântica tenho certeza que vou gostar.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cida. Tudo bem?
      O conto é muito divertido, tenho certeza de que vai gostar :)

      Um beijo!

      Excluir
  8. Oi Adriana, tudo bem contigo ???
    Flor, tenho que confessar que não conhecia a autora e também nunca tinha ouvido falar em seu conto. Mas fiquei feliz por ser apresentada. Acho muito legal poder conhecer mais e mais autores nacionais, precisamos valorizar a nossa literatura !!!
    Apesar de ter gostado de conhecer a autora, confesso que esse conto não me atraiu muito. Não sou a maior fã de histórias como essa, mesmo assim, achei que o trabalho da autora foi bem interessante !!!

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bel!
      É mesmo ótimo ter a oportunidade de conhecer novos autores nacionais e ter, inclusive, a chance de se identificar ou não com a escrita de cada um :)
      A Rê escreve super bem e esse conto me surpreendeu bastante quando comparado ao "Paris no Dia dos Namorados", mostra que ela realmente amadureceu como escritora.

      Obrigada pela visita,
      Um beijo!

      Excluir

Ao final do comentário deixe o seu link, se tiver, teremos o maior prazer em retribuir a visita e o carinho ❤
Se você nao tem uma conta no Google, pode comentar usando "Nome/URL".
P.S. Comentários genéricos não serão retribuídos.