Oi gente, tudo bem com vocês?

Por aqui está tudo numa correria tão grande que nem sei por onde começar; vários trabalhos da faculdade, várias séries voltando do hiatus - pausa para a comemoração: aeeeeeeeeeeeeeee - e vários livros para ler  
Não estou reclamando - tá, talvez eu esteja reclamando dos trabalhos, ahahahahah -, apenas esclarecendo os motivos da correria e falta de atualização lá pela fanpage.
Bom, o livro de hoje foi mandado em parceria com a Catálogo Literário - Grupo Editorial Record. Trata-se de Os Segredos Matemáticos dos Simpsons, do autor Simon Singh.

Um livro pop e bem humorado para fãs dos Simpsons e de matemática. Você pode ter assistido a centenas de episódios de Os Simpsons (e de seu primo, Futurama) sem nunca ter se dado conta das referências sutis à matemática brilhantemente incorporadas em muitas tramas – de equações famosas aos teoremas e conjecturas mais modernos. Ao relembrar episódios memoráveis da série, Simon Singh revela que por trás dessas referências estão a genialidade e o senso de humor sem igual dos roteiristas, muitos deles com formação acadêmica avançada em matemática. Os segredos matemáticos dos Simpsons mergulha em histórias que exploram diversos conceitos matemáticos, dos episódios, diagramas e testes.


Vou começar um pouco diferente dessa vez, falando sobre esse trabalho de diagramação perfeita da Editora Record, afinal, foi ela quem me convenceu, primeiramente, a ler o livro. Além disso, o fato de Os Simpsons ter um lugar cativo em meu coração ajudou também, tudo isso pesou para que eu fosse contra minha aversão à matemática, AHAHAHAHAHAH.
O livro traz, em 17 capítulos, curiosidades sobre a animação além de contar sobre a trajetória dos autores antes e após entrarem na equipe de produção do desenho. Nos chama atenção, logo de início, o fato de o grupo ser composto por matemáticos que decidiram pela carreira da animação mas que por serem tão apaixonados pelos números não puderam deixar de inseri-los em vários episódios.
Isso explica, e muito, as referências que o autor vai revelando e explicando ao longo do livro, uma vez que elas muitas vezes estão escondidas, subentendidas ou passam tão rápido que só é possível capturar se assistirmos quadro a quadro.


Como explica Singh, o amor dos autores pelos números é algo tão palpável que quase sempre o roteiro é modificado para que a referência matemática se encaixe melhor na história. Além disso o autor apresenta, entre suas explanações, vários teoremas e histórias matemáticas famosas, incluindo em seu livro não apenas as referências matemáticas presentes no desenho mas também histórias que a elas estão relacionadas constituindo assim uma obra dotada de curiosidades matemáticas e "histórico-matemáticas". Sua genialidade chamou tanto a atenção do público nerd/geek que o desenho é analisado e estudado em diversas aulas e fóruns pela internet afora.

"Parece divertido e simples, mas temos que bater muito a cabeça na parede. Estamos tentando contar uma história complicada em um período curto de tempo e temos que superar muitos problemas lógicos. É um grande quebra-cabeça. É difícil convencer alguém da aflição e do martírio envolvidos em fazer esses shows, porque o produto final é rápido e leve. Qualquer momento no processo de criação pode ser divertido, mas também é exaustivo." (David S. Cohen)




Entre os capítulos e curiosidades mais interessantes destaquei uma consideração a respeito de um quadro que aparece no episódio "O Mágico de Springfield" onde podemos ver, entre outras operações a equação de densidade do universo. No episódio citado, há um pequeno estouro assim que a equação aparece, fazendo referência à teoria de que o universo implodirá sobre seu próprio peso e quando Homer altera o sinal de igualdade há um grande estouro confirmando a mudança da equação que então passa a afirmar que o universo se expandirá para sempre. Detalhes que a olhos destreinados e para os leigos em matemática passam despercebidos mas que para os telespectadores nerds se transformam em referências desafiadoras.

Outra curiosidade interessante que o autor traz é a respeito da teoria dos seis graus de separação que afirma que todas as pessoas no mundo estão conectadas por um máximo de até seis relacionamentos. Com base nessa teoria Singh tenta estipular qual o autor mais talentoso da produção de Os Simpsons com base no seu número de Erdös-Bacon que vem de um matemático famoso e do ator Kevin Bacon. Além disso o autor traz uma curiosidade a respeito de um quadro congelado na animação, que mostra o cinema local Springfield Googolplex, inspirado na história do matemático americano Edward Kasner e seu sobrinho Milton Sirotta, que inventou o termo googol para designar o número 10 elevado à centésima potência e mais tarde o googolplex que inicialmente foi definido pelo menino como o número 1 "seguido por quantos zeros conseguirmos escrever antes de nos cansarmos"; essa história mais tarde inspirou o nome do mais famoso mecanismo de busca: o Google.


Entre alguns capítulos podemos ainda encontrar uma espécie de teste de diferentes níveis matemáticos, tratam-se de piadas que se forem entendidas somam pontos para medir o seu conhecimento matemático. Eu tenho que confessar que estou no nível básico, HAHAHAHAHA.


Além do desenho que dá nome ao livro o autor analisa também algumas referências matemáticas presentes em seu "primo" Futurama. Em capítulos extras que exploram mais teorias e números o autor mostra que Os Simpsons apenas abriu caminho para o "universo" de referências, matemáticas ou não, que figurariam nas animações a partir de então. 

Este livro é ideal para pessoas que gostam d'Os Simpsons, que gostam de matemática, ou simplesmente aqueles que se divertiam ou se divertem com revistas como Recreio e Super Interessante. O livro une o conteúdo matemático à história da animação em uma linguagem descontraída e bem humorada, numa sucessão de descobertas e viagens ao redor do universo dos números e do humor.

Classificação:

Acompanhe o Grupo Editorial Record nas redes: 

Gostaram do livro? Comentem aqui em baixo o que acharam, vamos conversar sobre Os Simpsons!


6 Comentários

  1. Oi, Dri!
    Acho que sou a única que não curte muito Os Simpsons. Quando criança, eu até assistia, mas depois de velha comecei a achar chato.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lu!
      Acho que não é a única mas é uma das poucas, AHAHAHAHAHA.
      Um beijo!

      Excluir
  2. Oi Adriana!
    Totalmente diferente de tudo que li e já vi.
    Essa teoria sobre as pessoas se conectarem em até 6 relacionamentos é muito interessante e pode fazer sentido! Fiquei muito curiosa para ler. É um livro inteligente com certeza!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alê!
      Não é incrível?
      Eu também fiquei super interessada e refletindo nisso por muuuuito tempo.

      Um beijo!

      Excluir
  3. Uau que livro interessante. Como não tinha visto antes? Eu quero pra ontem. Vou agora mesmo pro skoob colocá-lo na estante.
    Adorei demais essa dica. Amo Simpsons, como deixar passar? Hehehe

    >> Vida Complicada <<

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camila!
      É lançamento de Fevereiro da Editora Record <3
      Tenho certeza de que não irá se arrepender ele já é um dos meus favoritos, nunca li um livro tão inteligente!
      Sobre falar de Os Simpsons <3 <3 <3

      Um beijo!

      Excluir

Ao final do comentário deixe o seu link, se tiver, teremos o maior prazer em retribuir a visita e o carinho ❤
Se você nao tem uma conta no Google, pode comentar usando "Nome/URL".
P.S. Comentários genéricos não serão retribuídos.